$type=carousel

Mais de 2 mil crianças vítimas das guerras serão socorridas por missionários, na Nigéria

Martina recebeu ajuda de missionários para conseguir lidar com a morte de seu pai. (Foto: WWM). Doze anos após a morte de seu pai, Martina ...

Martina recebeu ajuda de missionários para conseguir lidar com a morte de seu pai. (Foto: WWM).
Martina recebeu ajuda de missionários para conseguir lidar com a morte de seu pai. (Foto: WWM).
Doze anos após a morte de seu pai, Martina finalmente o "enterrou". Não no sentido real, pois seus restos se encontram em alguma cova de algum lugar desconhecido. Na verdade, ela “se despediu” de uma vez por todas de seu genitor graças à ajuda de conselheiros que lidam com traumas de mulheres e crianças no norte da Nigéria.

A UNICEF estima que mais de 2,7 milhões de crianças afetadas pelo conflito na Nigéria precisam de apoio psicossocial. De acordo com a entidade, meninas e meninos foram libertados pelo Boko Haram com graves consequências psicossociais. O escritório de assuntos humanitários da ONU espera que "mais crianças sejam identificadas como traumatizadas em graus diferentes, nas áreas mais afetadas do nordeste do país”.

Mas, nem tudo está perdido. Um serviço, criado pelo Ministério Portas Abertas, uma instituição de caridade que ajuda cristãos perseguidos por causa de sua fé, está prestes a se expandir. Um novo edifício, inaugurado em 2017, receberá um centro residencial para ajudar aqueles que necessitam de um tratamento mais intenso.

A instituição diz que o prédio será grande o suficiente para acomodar 30 pessoas e ter uma facilidade de treinamento para atender a crescente necessidade de conselheiros. O Portas Abertas construiu um projeto similar no Iraque para ajudar as vítimas do grupo terrorista Estado islâmico, e o serviço também ajudou as vítimas do conflito com os pastores Fulani nos estados da Nigéria.
Traumas diversos
O centro será o primeiro desse modelo em uma região atingida por conflitos. "Temos diferentes tipos de trauma na Nigéria", disse o conselheiro de Martina. "Temos o Boko Haram, temos a guerra, temos crises étnicas e temos e temos crises religiosas. E em todos os lugares as pessoas estão traumatizadas", comentou.
O pai de Martina foi morto em 2005 durante um tumulto entre cristãos e muçulmanos no estado do norte de Kano, na Nigéria. Após o embate, um caos foi instaurado e muitos corpos de pessoas assassinadas foram sepultados apressadamente em fossas comuns. Nunca ficou claro em que sepultura o corpo do pai de Martina foi enterrado, então ela não teve lugar para visitar e lutou bastante para processar sua morte.
"Eu tinha dois meses quando meu pai morreu", disse ela. "Eu nunca o conheci. Mas mesmo assim eu senti falta dele. Desde que cresci, desejei ter ido ao enterro. Desejei ter visto e conhecido. Eu desejava conhecer o lugar exato da sepultura em que o enterraram”, compartilhou.
Caixão
Martina revelou sua história quando estava participando de um programa do tratamento com outras crianças. Eles foram convidados a fazer um desenho das coisas que os preocupavam ou os assustavam. Todas as crianças começaram a desenhar, exceto Martina, que dobrou seu pedaço de papel em uma caixa quadrada e escreveu o nome de seu pai sobre isso. A caixa representava um caixão.
Os conselheiros extraíram os sentimentos mais profundos de Martina sobre o enterro que nunca aconteceu e que a impediram de encontrar a paz. Pediram-lhe que desenhasse uma foto, imaginando o funeral de seu pai. Ela desenhou um caixão com o nome dele, e algumas mulheres carregando flores. Uma das mulheres, a mãe de Martina, carregava um bebê pequeno nas costas, representando Martina.
Ela escreveu algumas frases sobre as coisas que queria dizer ao pai: "Papai, nós realmente sentimos sua falta. Esperamos que sua alma descanse em paz. Você está no coração daqueles que te amam". Os conselheiros ajudaram Martina a entender seus sentimentos mentalmente "enterrando" seu pai. Depois disso, ela se sentiu aliviada e finalmente aceitou sua morte.
Martina agora parece ser uma criança de 12 anos bem tratada, capaz de contar com confiança sua história. "Desde o primeiro dia que vim para o programa, senti-me em paz. Eu me senti normal. Senti a carga pesada saindo do meu coração ", disse ela. Quando o novo edifício de tratamento for aberto, oferecerá ajuda a crianças e adultos. Enquanto isso, conselheiros treinados continuarão a se encontrar com mulheres e crianças em suas próprias comunidades.

FONTE: GUIAME, COM INFORMAÇÕES DO WORLD WATCH MONITOR

COMMENTS

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Nome

ltr
item
DEUSEAMORIANOS : Mais de 2 mil crianças vítimas das guerras serão socorridas por missionários, na Nigéria
Mais de 2 mil crianças vítimas das guerras serão socorridas por missionários, na Nigéria
https://thumbor.guiame.com.br/unsafe/840x500/smart/media.guiame.com.br/archives/2017/07/06/479323656-martina.jpg
DEUSEAMORIANOS
http://www.deuseamorianos.com/2017/07/mais-de-2-mil-criancas-vitimas-das.html
http://www.deuseamorianos.com/
http://www.deuseamorianos.com/
http://www.deuseamorianos.com/2017/07/mais-de-2-mil-criancas-vitimas-das.html
true
8490450740517024814
UTF-8
Carregado Todas as Mensagens Não foram encontrados posts Veja Mais Leia Mais Resposta Cancelar resposta Delete De Início Páginas Postagens Veja Mais RECOMMENDED FOR YOU LABEL Arquivo Pesquise TODAS AS PUBLICAÇÕES Não foram encontrados resultados com a sua mensagem Voltar ao início Domingo Segunda-feira Terça-feira Quarta-feira Quinta-feira Sexta-feira Sábado Sun Mon Tue Wed Thu Fri Sat Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Ooutubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Aug Sep Oct Nov Dec just now 1 minuto atrás $$1$$ minutos atrás 1 hora atrás $$1$$ horas atrás Ontem $$1$$ dias atrás $$1$$ weeks ago Mais de 5 semanas atrás Seguidores Siga THIS CONTENT IS PREMIUM Please share to unlock Copy All Code Select All Code All codes were copied to your clipboard Can not copy the codes / texts, please press [CTRL]+[C] (or CMD+C with Mac) to copy